terça-feira, 19 de setembro de 2017

Neve: Parte 5/5


“Hã... Oi, o que você está fazendo aqui fora?”


Confuso, o homem se aproximou da garota desmemoriada. Ela se assustou. Rapidamente se levantou da cadeira e deu dois passos para trás.

“Está tudo bem. O que está acontecendo?” Ele estendeu a mão para ela.

Ela não se moveu. Ficou parada, olhando fixamente o homem que estava à sua mente. Ele tinha mais ou menos um metro e setenta, estava coberto por um casaco marrom, calça, botas de trilha e um poncho por cima.

“Você não está me reconhecendo?”

Ficou esperando uma resposta.

“Sou eu. Por que não entrou?”

A garota demorou um pouco, mas começou a falar.

“Q-quem sou eu?”

“Como assim? Você é a NR. Eu te projetei. Você é uma robô...”

Ele se aproximou e delicadamente pegou a mão da moça. Ao apertar a parte de cima da mão, um clique fez com que uma chapa abrisse e mostrasse fios e pequenos objetos metálicos dentro da mão.

Os olhos dela se arregalaram. Lágrimas começaram a se formar. Seu coração passou a bater mais depressa. Uma dor tomou conta de seu corpo. Estava confusa. Não acreditava no que estava acontecendo.

Uma lágrima escorreu pelo seu rosto. O homem abriu a boca, espantado e admirado com o que estava vendo.

“Fascinante...”, disse ele baixinho.

Ele passou a mão no rosto dela e sentiu a lágrima úmida entre seus dedos. Ela se sentia vulnerável, assustada. Não sabia o que fazer. Não se lembrava de nada. A garota simplesmente abraçou o homem o mais forte que pode.


Conclusão do conto de Lucas Beça

Nenhum comentário:

Arquivo do blog