sábado, 25 de junho de 2011

MICROCONTOS - ARTES


Por Gustavo do Carmo


Observado
Odiava ser observado. Foi preso quando tentava destruir o quadro de Mona Lisa no Museu do Louvre.


Assassino
— Matei! Matei, sim, porque ela era muito bonita e me hipnotizava com os seus olhos verdes! Queria ver algo de feio nela! Confessou o louco que teve que pagar apenas pelo prejuízo da loja por causa do manequim que ele havia quebrado.


Passarinho
Estava a caminho de uma exposição das pinturas de Pablo Picasso quando levou uma surra de uma gangue de pitboys. Sentiu-se o passarinho sendo comido pelo gato.


Grito
Era tão assustador que pôde ouvir claramente O Grito na exposição de arte.


Abaporu
Comeu tanta vitamina para ganhar músculos que as suas pernas incharam, ficando maiores do que a cabeça. Envergonhado do grupo, refugiou-se no deserto ao lado de um cactus.


Embriagada
Embriagaram-na para relaxar. A virgem não ia para o abate e sim para uma sessão fotográfica de fotos nua.


Caveira
Fez a sua caveira. O professor de anatomia adorou o trabalho do artesão.


Relógio
Algo pingou do relógio. Não estava em uma pintura de Salvador Dalí. Era a goteira do teto da sua casa.

Nenhum comentário:

Arquivo do blog