terça-feira, 25 de abril de 2017

Microcontos v1: Sentiu-se em casa novamente


Nunca havia experimentado tamanha gostosura. Mas teve que deixar o sorvete caseiro hipster pela metade. Não merecia tudo aquilo.


Entraram na nave. Mais uma missão completa. Marte estava a salvo. Mais uma vez. Graças a eles. Exceto pelo piloto. Ele não fazia nada. Apenas batia o ponto e só saia da nave pra comprar café.


Cinco dias para ser executado.
“Faço qualquer coisa para me tirar daqui, xerife. Pelo amor de Deus!”
O xerife hesitou.
 Abriu um sorriso.
“Ok. Vou te soltar.”
“Mesmo?”
“Não.”


O quadro havia sido pintado. Uma porcaria. Mas ele não tinha bom senso. Pendurou na parede da sala para todos verem.


Escrevia em seu computador. Ouvia música. Balançava a perna constantemente (uma mania incontrolável que não percebia).
Bebia café aos montes para se manter acordado.


Entrou no estádio pela primeira vez depois de anos. O time perdeu, de virada. Mas valeu a pena. Sentiu-se em casa novamente.


Por Lucas Beça

Nenhum comentário:

Arquivo do blog