quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

João Paulo Mesquita Simões


Ao navegar pela net, encontrei este site sobre selos.

Confesso que não fiquei nada surpreendido, uma vez que, e já aqui o mencionei várias vezes, o selo está em vias de extinção devido aos próprios Correios e às Novas Tecnologias.

Mas pensei tembém se não seria uma consequência da crise que Portugal atravessa, com cortes salariais, aumento de impostos, economia em baixa...

Enfim, não sei o que pensar. 

Mas se abrirem o link, verão que não estou longe da verdade.

Os Leitores do TC e de outros blogues, recorrem à internet para os consultar. Recorrem aos seus emails e redes sociais para enviar mensagens a amigos e familiares dependendo do ponto geográfico em que se encontram.

Por outro lado, não podemos mandar numa carta um vídeo, ou um outro tipo de ficheiro que facilmente enviamos por email!

É por isso que eu aqui em Portugal, escrevo e falo sobre a Filatelia junto dos jovens, de modo a que este hobbie não acabe. Que eles venham a tomar gosto pelo colecionismo. 

Mas sou sincer. Custa abrir uma página como esta que vos envio, e deparar-me com o que lá está! É triste.

0

segunda-feira, 27 de janeiro de 2014


Crônica de Gustavo do Carmo

Que o estado do Rio de Janeiro perdeu importância e influência na política, economia e cultura nacional desde que a capital do Brasil se mudou para Brasília estamos carecas de saber. Se não tivéssemos ganho o direito de sediar os Jogos Olímpicos de 2016, a situação estaria  bem pior.

Não vem ao caso agora discutir o abatimento do helicóptero da polícia militar por traficantes, um dia após o anúncio do Rio como sede, em 2009. Quero falar de outra marginalização que estão aprontando com o Rio de Janeiro. Não exatamente a associação da cidade à violência e pobreza nos noticiários. Mas na publicidade e dramaturgia.
0

sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

Por dudu oliva


0

segunda-feira, 20 de janeiro de 2014


Conto de Gustavo do Carmo

— Bom dia. Eu vim para a entrevista com a Fabiana.

Disse Adriano para a secretária da dona da produtora de cinema, que o havia chamado para conversar. Ele não fora indicado por ninguém. Tinha mandado um currículo há algum tempo, pela internet. Pedira uma oportunidade como roteirista.

0

sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

Por dudu  oliva




0

segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

FOTO: SHUTTERSTOCK


Microcontos de Gustavo do Carmo 


Lavagem de dinheiro
A culpada pela lavagem de dinheiro foi a empregada, que não tirou as notas do bolso das calças do patrão ao jogá-las na máquina de lavar. 


Assunto
Vamos colocar uma pedra sobre o Assunto. E os dois irmãos jogaram uma grande pedra em Assunto, empregado testemunha das suas falcatruas. 


0

sexta-feira, 10 de janeiro de 2014

Por dudu oliva




0

quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

João Paulo Mesquita Simões


Aos amigos Filatelistas Brasileiros que se interessem pela filatelia portuguesa, proponho uma troca do vosso primeiro selo "Olho de Boi" pelo primeiro selo português de D. Maria II de 25 reis.
Aos interessados, peço que deixem mensagem privada no meu facebook.
Obrigado.
0

segunda-feira, 6 de janeiro de 2014



Conto de Gustavo do Carmo

Judite nunca leu um livro na vida, mas sempre apoiou o filho. Ulisses sonhava e tentava ser escritor de sucesso. Porém, enfrentava a resistência do pai, que vivia lhe obrigando a fazer um concurso público. As cobranças de pai para filho terminavam sempre em conflitos violentos.
0

quinta-feira, 2 de janeiro de 2014

João Paulo Mesquita Simões

Estamos em 2014. 
Aqueles pedidos tradicionais de saíde, dinheiro, felicidade, etc., são os mais pedidos. Não tenho nada contra é certo! Mas cada vez o Mundo está pior, cada vez há mais guerras, mortes, poucos nascimentos, chuvas torrenciais, calor abrasador... Enfim, o Mundo está ao contrário!
No entanto, e como é o meu primeiro post deste ano, não queria hoje falar de Filatelia, mas sim que olhassemos o Mundo e o melhorássemos.
Desejamos que o ano seja bom. Mas não é o ano que tem de ser bom. Somos nós que temos de fazer com que o ano se torne bom em todos os aspetos.
Se cada um de nós melhorar um pouco a sua conduta e transmitir, já estamos a melhorar.
Claro que a fome, a guerra, essas, infelizmente não acabarão! Mas esforcemo-nos para que este novo ano que poucas horas de vida tem ainda, seja feito à nossa medida com Paz e saúde.
Reflitam nestas palavras, e tentemos modificarmo-nos para assim modificarmos o ano e podermos chegar ao fim de 2014 e dizer: "Eu mudei e consegui mudar muita gente!"
Não era bom que assim fosse?
Abraços para todos e façam o favore de serem felizes!
0

quarta-feira, 1 de janeiro de 2014

Texto: Gustavo do Carmo





Assim como em 2012, o Tudo Cultural traz a seção Melhores do Ano, com os textos mais lidos nos doze meses entre todos os publicados e também por seção e colaborador. O texto mais lido do ano no geral não será nomeado duas vezes. Dentro da sua categoria será escolhido o segundo mais lido. 

0

Arquivo do blog