terça-feira, 11 de fevereiro de 2020

Uma história de--: Três


Pôs pó de café no coador, água na cafeteira, mas resolveu dar uma volta.
Colocou uma jaqueta velha sobre a camiseta e calçou o par de tênis. Não trocou a calça de moletom.
Andou até a praça próxima ao se apartamento. Sentou-se num dos bancos. Fechou os olhos.
O celular tocou. Era Lívia.
Alô?
E aí garotão? O quê ta fazendo?
O que eu to fazendo? O que você ta fazendo me ligando às 5 da manhã?
Ah, para de ser chato, meu.
Você tá bêbada?
Não.
...
Tá, tô bebáça sim! Há há há há!
Ai, ai, Lívia...
O quê? Vai me dizer que você não bebeu nada hoje?
...
Bom, são cinco da manhã, então... Não.
Ok, ok, senhor certinho.
Vamo tomar um café agora?
...
Tá, vamos.
Beleza, onde cê ta?
Tô aqui na frente de casa. Mas não to achando a chave.
Ok, já to indo aí.


Terceiro capítulo do conto de Lucas Beça


Primeiro capítulo
Próximo capítulo

Nenhum comentário:

Arquivo do blog