segunda-feira, 2 de setembro de 2019

CHOQUE DE SENTIMENTOS


Conto de Gustavo do Carmo

Tudo estava dando certo para Suélio, depois de tanto sofrimento com cobranças familiares. Até suicídio ele tentou. Já estava com quarenta anos, ainda morando com os pais e escrevendo no próprio blog que não dava retorno, quando foi procurado por um antigo colega de faculdade, que arrumou-lhe um emprego de publicitário, profissão que ele sempre sonhou exercer. Meses depois, também conseguiu uma namorada, uma colega do seu trabalho, com quem já estava noivo e iria se casar.

No sétimo andar de um prédio vizinho à agência onde Suélio trabalhava, o viúvo Nestor observava a janela panorâmica, pensando saudoso na sua esposa Dora, que morreu de câncer cinco anos antes.  Morava sozinho e estava em depressão. O filho, residente no interior do estado, tentou levá-lo para morar com ele, mas Nestor se recusou. Era muito apegado à cidade.

 A felicidade de Suélio levou uma chuva da tristeza de Nestor. A saudade de Nestor acertou em cheio a realização de Suélio. Nestor se jogou da janela. Suélio recebeu o pesado impacto do corpo de Nestor.  Os dois morreram com o choque dos sentimentos opostos. Em comum entre eles só a perda para as suas famílias, inclusive para o filho que estava no ventre da noiva de Suélio.

Nenhum comentário:

Arquivo do blog