terça-feira, 9 de outubro de 2018

Crônica para o Tudo Cultural




Pois é.

Meu computador deu pau. Pifou. Acho eu.

Mas tudo bem. Ele já estava bem velhinho. Acho que comprei ele em 2010. Lá se foram 8 anos de uso.


Não sei se tem conserto. Talvez tenha, talvez não tenha. Estou escrevendo isso ainda sem saber se tenho cópias dos meus arquivos.

Se perdi, perdi. É a vida. Dizem que quem tem um não tem nenhum. Verdade.

Sinto mais pelas fotos, anotações e textos que estavam lá. Filmes a gente consegue de novo. Assim como as músicas. Spotify está aí pra isso.

Mas de verdade, quer saber? Tudo bem. Mesmo. Não estou surtando. Já foi. Já era!

Vai ser um recomeço, de certa forma.

Provavelmente vou até demorar para mandar pro conserto. Ou nem vou fazer isso.

Como disse Bukowski, “estou interessado no próximo poema, no próximo conto...”, algo assim.

Então que venham as novas ideias, os novos textos, as novas fotos, novos momentos.


P.S. Fazia tempo que eu não escrevia com papel e caneta.


Crônica de Lucas Beça

Nenhum comentário:

Arquivo do blog