terça-feira, 30 de outubro de 2018

Anos atrás



Você faz aniversário. Faz, não faz? Acho que sim.

E não importa o quanto você diga que não gosta dele, que não quer festa, não quer bolo, não quer atender o telefone o dia todo e ouvir as mesmas groselhas de sempre, você acaba meio pra baixo quando pouca gente lembra.


Não fica?

Então, eu só posso falar sobre mim. Eu fiquei. Pelo menos esse ano isso aconteceu.

Não entro mais no Facebook e tirei a data. Então o nosso amigão Mark não avisa meus “amigos” que o Lucas está fazendo anos.

Não queria me sentir assim.

Até porque se você parar pra pensar, 90 por cento das pessoas que te ligam pra te dar os parabéns porque a terra conseguiu girar em torno do sol mais uma vez e você ainda está vivo, nem lembram que você existe o resto do tempo.

Mas é assim mesmo.

E sabe o que é mais contraditório? Eu nunca lembro do aniversário dos outros. Não de propósito, é claro. Simplesmente esqueço.

E quando a gente lembra, dá uma preguiça, não dá?

O pior é quando você fala, “ah, vou só mandar uma mensagem”, e vê que a última mensagem que você mandou pra pessoa foi há exatamente um ano.

haha

Bom, ano que vem tem mais.


Crônica de Lucas Beça

Nenhum comentário:

Arquivo do blog