quarta-feira, 27 de julho de 2016

ROTEIRO DO VINHO VII - Las Fuentes da Serra Gaúcha


 'Olá meus caros, depois de seis artigos do Roteiro do Vinho ao qual conhecemos um pouco dos vinhos do exterior, chegou a hora e a vez dos nossos vinhos, afinal, podem se gabar dos importados, mas no Brasil também se produz vinhos de ótima qualidade. Estive recebendo vários "release's" de produtores brasileiros, e então escolhi um deles para iniciar a nossa jornada por aqui. Não pude ir pessoalmente a vinícola e suas adjacências por falta de patrocínio.'



O mercado nacional de vinhos finos vem registrando uma curva crescente na procura e no consumo por produtos com estilo jovem e fáceis de beber. Ano a ano, é perceptível o aumento no interesse pela bebida, principalmente em confraternizações de jovens-adultos. Pensando em atender esta demanda, a Famiglia Zanlorenzi apresenta o rótulo Las Fuentes. A novidade que amplia o portfólio de vinhos finos nacionais da companhia é uma excelente opção de vinho fino nacional de entrada, compatível em preço e qualidade com os importados.

Desenvolvido a partir de um conceito de vinho leve e gastronômico, o Las Fuentes promete surpreender aquele consumidor que busca um vinho para o dia-a-dia. “Isso se dá pelo teor alcoólico moderado, paladar macio e aromas frutados, características que agradam principalmente quem está ingressando no consumo de vinho”, explica o gerente de produção e enólogo da Famiglia Zanlorenzi, Ricardo Morari.

A linha de vinhos Las Fuentes é composta pelas variedades Cabernet Sauvignon/Merlot Suave, Cabernet Sauvignon e Merlot. É produzida na unidade da empresa em São Marcos (RS), com uvas da Serra Gaúcha, e engarrafada na fábrica em Campo Largo (PR). Concorrerá na gôndola com os reservados chilenos, se posicionando na categoria de vinhos que apresentam um bom custo-benefício, com qualidade e características de um vinho jovem.

Como todos sabemos a Serra Gaúcha é a grande responsável por quase toda a produção de vinhos brasileiros, com certeza será citada aqui novamente em futuras matérias, mas vamos então conhecer o que é o 'Las Fuentes'.

            CABERNET SAUVIGNON/MERLOT (SUAVE)

Vinho com coloração rubi com reflexos violáceos e aromas de frutas maduras como figo, tâmaras e ameixa. Possui corpo médio, paladar delicadamente suave, macio e com acidez equilibrada. Vinho de transição, pois o toque de açúcar presente minimiza o “choque” gustativo entre o vinho de mesa e o vinho fino. Harmoniza com pratos leves com molhos agridoces e chocolates.

                                  CABERNET SAUVIGNON

Possui coloração rubi intensa e aromas frutados que lembram framboesa, amora e mirtilo, além de toques vegetais característicos da variedade. Possui corpo médio, com taninos macios e acidez equilibrada. Harmoniza com queijos e embutidos, carnes vermelhas e de caça, massas à carbonara, lasanha à bolonhesa e pizzas.

                                                   MERLOT
      
Possui coloração rubi com reflexos avermelhados e ótima intensidade aromática com notas de morango, framboesa e cereja. Apresenta também toques de especiarias. Possui corpo médio, com taninos macios e elegantes e boa persistência. Harmoniza com carnes vermelhas, costela e lombo suíno, massas com molhos condimentados, pizzas, panquecas e risoto de funghi.

Sobre o Grupo Famiglia Zanlorenzi - fundado em 1942, o Grupo Famiglia Zanlorenzi é atualmente uma das maiores empresas de derivados de uva e uma das mais importantes indústrias de bebidas do Brasil. A base produtora do grupo está situada na Serra Gaúcha em São Marcos/RS e o pólo industrial em Campo Largo/PR. Presente em todo o território nacional (bem como em diversos países da América Latina), possui um vasto portfólio de produtos, com 11 marcas e mais de 110 rótulos, que abrange quatro categorias de mercado: vinhos de mesa, vinhos finos nacionais e importados, espumantes e frisantes e sucos.


                         PUBLICAÇÃO : WEVERTON GALEASE

5 comentários:

Bernardo Miguel / Valladolid disse...

Muy bueno la lectura de este viño brasilero.
Cuando llega a la exportación mi querido?

Anônimo disse...

ótimo, vou conferir se chegou no Extra!

Marcilene -Guarulhos

Gil Góes - Sorocaba SP disse...

Olha, eu comprei pelo site da empresa, paguei uns 20 reais, outro dia tinha comprado um chileno desse mesmo estilo, e paguei 144 reais.
Vale a pena experimentar este brasileiro, me parece bem nivelado com o chileno!
Abraço!

Drica - Canguera, São Roque disse...

Com os vinhos daqui de São Roque, fica difícil encontrar este por aqui

Weverton Galease disse...

Olá Bernardo Miguel, por supuesto es una regalia nacional.

Arquivo do blog