sábado, 21 de novembro de 2015

TUDO NA CABECEIRA - O QUE EU JÁ LI: A TEORIA DE TUDO


TEXTO: GUSTAVO DO CARMO
MONTAGEM COM FOTOS DE DIVULGAÇÃO DA SAMSUNG E DA ÚNICA EDITORA


O livro A Teoria de Tudo, escrito por Jane Hawking, adaptado para o cinema e indicado ao Oscar este ano nas categorias filme, atriz (Felicity Jones), roteiro adaptado, trilha sonora e ator (Eddie Redmayne) - ganhando somente este último - vem sendo vendido como a biografia do astro-físico Stephen Hawking, ex-marido da autora que sofre da Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA). Mais detalhes da sinopse veja aqui


Realmente é uma biografia. Mas do ex-casal Hawking, ignorando a infância do protagonista. Jane passa parte das 676 páginas (versão digital, pois na impressa são apenas 448) se vangloriando de ter participado do sucesso de Stephen, de tê-lo ajudado a superar as barreiras físicas que a doença impôs contra ele, de ter-lhe dado três lindos filhos. Praticamente tudo que ele conquistou teria sido com o dedo dela, até convencer as universidades em que ele dava aula a fornecer a cadeira de rodas computadorizada que ele usa em seu estado semi-vegetativo.

Ela só reconheceu o apoio dos três filhos (Robert, Lucy e Timothy Stephen) e de Jonathan, maestro do coral de igreja em que ela entrou e por quem acabou se apaixonando, mesmo não tendo abandonado Stephen. Jonathan passou a ajudar o cientista, tornando-se uma espécie de enfermeiro. Somente depois que o cientista trocou Jane por uma das enfermeiras é que ela se casou com o fiel amigo.

Outra coisa que Jane fez no livro inteiro foram reclamações. Contra a sogra, contra a cunhada, a assistência social inglesa, a Universidade de Cambridge, os enfermeiros, a imprensa e até o próprio Stephen, principalmente quando ele a largou, causando sofrimento até para o filho Timothy, então com onze anos.

A história da vida de Stephen Hawking é bem interessante e as referências da sua profissão são moderadas. Mas o livro peca pelo excesso de detalhismo de momentos estritamente pessoais da autora e de costumes mais britânicos. Cansa. Mais romântico, o filme vendeu melhor a ideia de biografia do famoso cientista.




Avaliação
«««

A Teoria de Tudo
Título original: Travelling to Infinity
Editora: Única
Autor: Jane Hawking
Tradutores: Sandra Martha Dolinski e Júlio de Andrade Filho
Gênero: Biografia
Ano de edição: 2014
Págs: 448 (impressa) / 676 páginas (digital)
Formato: 17,5 x 24 cm
ISBN:  978-85-67028-51-4
Preço: R$ 39,90

Nenhum comentário:

Arquivo do blog