quinta-feira, 14 de agosto de 2008

Perfil entre 15 e 30 linhas - D. Luís I

Durante estas semanas, foquei as várias séries, valores, cores de D. Luís I na História da Filatelia Portuguesa.

Antes de passar a descrever a próxima emissão, não queria deixar de falar, embora resumidamente, da biografia deste monarca.

Afinal, quem foi D. Luís I?

Segundo o livro “Reis e Rainhas de Portugal” de Maria de Lurdes Marcelo, este, foi o “trigésimo terceiro rei de Portugal, e governou de 1861 a 1889. (…) Oficial da Marinha e vinha de regresso de Antuérpia na corveta Bartolomeu Dias, por si comandada, quando ao entrar na barra do Tejo, a 14 de Novembro, soube do inesperado fim de seu irmão, o rei D. Pedro V, que morrera a 11 de Novembro, assim como dois irmãos. Partira príncipe, entrara rei. (…)

O povo queria agora proteger D. Luís, o novo rei, de ser envenenado, como julgavam que tinha acontecido a D. Pedro V. Os populares atribuíam culpas aos Ministros e aos Secretários de Estado e, em revoltas e desordens, manifestavam a sua vontade de derrubar o Governo (…).

D. Luís era um artista. Pintava, tocava violoncelo, piano, e compunha. Falava correctamente várias línguas e traduziu Shakespeare, autor que escreveu num inglês antigo e difícil. Era oficial e comandante da Marinha. Viajou por gosto e por profissão. Mas de todas as suas qualidades, ou características, uma das mais marcantes era, sem dúvida, a sua natureza pacifista (…).

Nenhum comentário:

Arquivo do blog