segunda-feira, 9 de novembro de 2015

MICROCONTOS - ATORES

Microcontos de Gustavo do Carmo



Monstro
"CRIAMOS UM MONSTRO". Era o slogan da Escola de Atores que revelou vários monstros sagrados do teatro, cinema e televisão. 


Cena
Roubou a Cena. O ator desempregado e falido foi preso em flagrante pelo assalto à aposentada.


Ator
Virou ator. Mas só fazia papel de ridículo.

Bobo
Fez papel de bobo. Para o ator iniciante foi melhor do que ter feito papel de árvore.


Popularidade
Vilã da novela das oito, a atriz foi testar a sua popularidade no papel. Foi apedrejada até a morte.


Casamento
Humilde, sonhava em casar com a sósia da sua atriz francesa preferida. Casou-se com a original. 


Raia
Fugiu da Raia. Devia muito dinheiro para a famosa atriz.


Gasto
Deu para o gasto. A modelo e atriz fez sexo com o mendigo idoso no meio da rua.


Beleza
Descansou a sua beleza, que jamais acordou, deixando a atriz feia.


Nenhum comentário:

Arquivo do blog