segunda-feira, 8 de setembro de 2014

MICROCONTOS - PRECONCEITO


Microcontos de Gustavo do Carmo


Despido
Despiu dos seus preconceitos. Foi detido por atentado ao pudor.



O Cego Racista
Era um cara muito racista. Quando ficou cego apaixonou-se e foi correspondido por uma colega do Benjamin Constant. Mesmo sentindo que ela era negra, não a rejeitou.



Incapaz
Desde bebê se achava incapaz de tudo. Seus pais foram processados por Abandono de Incapaz.



Prostituta
A prostituta queria se aposentar. Desistiu quando um senhor lhe pagou para tirar a virgindidade do seu filho imaturo. Gostou tanto dele que, mesmo já famosa com os livros que escreveu, voltou ao batente e especializou-se em desvirginar meninos.



Barata
Toda vez que chegava em casa a barata da vizinha estava em sua cama. Borrifou o quarto com inseticida. Homossexual assumido, foi acusado de tentativa de homicídio. (inspirado em samba de Alexandre Pires)



Franga
Soltou a franga. O galo homossexual foi discriminado dentro do galinheiro.



Preto no Branco
Foi preto no branco. Os transeuntes ficaram horrorizados com aquele sexo explícito homossexual e interracial no meio da praça.



Joio do Trigo
Separou o Joio do Trigo. Não teve vergonha da sua atitude homofóbica.



Homofóbico
Sentia tremores, sudorese e taquicardia toda a vez que via um gay ou uma lésbica. O psiquiatra diagnosticou homofobia nele.



Homofóbico (II)

O neandhertal sentia sudorese e taquicardia toda a vez que via um Homo-Sapiens sair da caverna. Foi o primeiro homofóbico da humanidade.

Nenhum comentário:

Arquivo do blog