quinta-feira, 16 de outubro de 2008

HISTÓRIA ENTRE 15 E 30 LINHAS - DIA MUNDIAL DA ALIMENTAÇÃO




Comemora-se hoje o dia Mundial da Alimentação.
Foi em 1945, que se criou a Organização das Nações Unidadas para Agricultura e Alimentação - FAO - para consciencializar a Humanidade sobre a difícil situação que enfrentam as pessoas que passam fome e estão desnutridas, e promover em todo o mundo a participação da população na luta contra a fome.


Estão envolvidos nesta efeméride mais de 150 países e, nos Estados Unidos, mais de 450 organizações voluntárias nacionais e privadas, patrocinam este dia.


Durante o Dia Mundial da Alimentação, celebrado pela primeira vez em 1981, ressalta-se cada ano um tema em que se focalizam todas as atividades.


A crise financeira vai influir na produção de comida e pode lançar mais 100 mil pessoas na fome. Já no ano anterior se tinha verificado um agravamento da situação, devido a vários factores conjugados: a alta de preço dos cereais, por especulação e pelo efeito de algumas catástrofes naturais, bem como pelo desvio de muita produção para os biocombustíveis. Esses fenómenos à escala global fizeream passar o número de pessoas que passam fome dos 850 milhões para os 925 milhões no final de 2007. Ora, esta realidade corresponde a um sexto da população mundial com a barriga vazia.


De acordo com a FAO, a crise financeira terá impacto no sistema de acesso ao crédito, no investimento directo e mesmo nas remessas feitas pelos emigrantes para os seus países. No que toca à produção de alimentos, o aviso ainda é mais claro: muitos agricultores irão deixar de cuidar das suas terras e lançar sementes á terra devido ao aumento dos custos de produção (sementes, fertilizantes e pesticidas) e à impossibilidade de recorrerem ao crédito. Esta, é, de resto, uma realidade que afecta a agricultura em países como Portugal e de que se queixam até pequenos produtores de países ricos como os EUA. No caso nacional, recorde-se que o desaparecimento de agricultores foi um dos alertas lançados pelo Presidente da República no seu último Roteiro pelo país, dedicado à Juventude.

Nenhum comentário:

Arquivo do blog