quarta-feira, 26 de março de 2008

RESENHA DA QUINZENA - BRAHMEIROS



Quase no caminho certoPor Gustavo do Carmo

Depois das duas últimas bobagens nas campanhas Zeca-Feira e Zeca-Hora, que exploravam com humor(?) a imagem do sambista Zeca Pagodinho, a Brahma voltou a falar sério com o novo mote Brahmeiros.

Criada pela Africa, o filme original tem duração de 60 segundos e foi dirigido por Andrucha Waddington. É o maior investimento da marca nos últimos 14 meses.

As piadas sem sentido (ou com sentido apenas para quem tem costume de beber) deram lugar a um filme sério, com imagens de trabalhadores pegando no batente ao amanhecer (como engenheiros, padeiros e pescadores) e indo para o bar beber a sua Brahma depois do expediente. Tudo cantado pelo próprio Zeca, estrela dos outros comerciais, que, desta vez, aparece apenas no final, de forma discreta. O refrão "Eu sou Brahmeiro, amor / Eu sou Brahmeiro / Sou do batente, sou da luta, sou guerreiro, eu sou brasileiro" emociona e o conjunto da letra do jingle composto por Nizan Guanaes mostra que ele apostou no consumo moderado. Quase acertou o caminho de como uma propaganda de cerveja deve ser.

Quase. Porque nem todo brasileiro bebe cerveja todos os dias depois do trabalho. É o único defeito deste comercial muito bem produzido. Contudo, representa um grande avanço na divulgação de um segmento (como também tem feito a concorrente Nova Schin, que um dia fez Zeca trair a sua marca favorita) que costuma apelar para a sensualidade.


FICHA TÉCNICA:

Titulo: Brahmeiro
Duração: 60'' (com versão de 30'')
Anunciante: Brahma
Agência: Africa
Criação: Nizan Guanaes / Sérgio Gordilho / Carlos Alexandre Fonseca / Eduardo Martins
Diretor de Criação: Nizan Guanaes / Sérgio Gordilho / Carlos Alexandre Fonseca / Eduardo Martins
Produção/agência: Daniela Andrade / Chico Oliveira / Cacilda Oliveira
Atendimento: Marcio Santoro / Eduardo Simon
Produtora/filme: Conspiração Filmes
Direção/filme: Andrucha Waddington
Direção/fotografia: Ricardo Della Rosa
Produção/filme: Tim Maia
Atendimento: Luciana Mattar
Montagem / Edição: Paulo de Barros
Finalização/ Pós Produção: Melissa Flores
Produtora/som: Friends Áudio
Cantor: Zeca Pagodinho
Aprovação/cliente: Bruno Cosentino e Fabiana Anauate

Um comentário:

Orlando Castor disse...

Hum... ficha técnica excelente. Mas não entendo como pode tantas pessoas criarem algo tão ruim e sem criatividade.
Comerciais de cerveja pecam pela falta de criatividade. Parecem que são criados para indivíduos com baixíssimo desenvolvimento mental.
Zeca-feira ou Zeca-hora pode ser um investimento enorme. Sorte para os publicitários. Lamento para quem assiste a esse comercial.

Arquivo do blog