domingo, 23 de março de 2008

LALÁ, LELÉ, LILI, LOLÓ E LULU

Por Gustavo do Carmo

Lalá, Lelé, Lili, Loló e Lulu eram cinco irmãs que adoravam ganhar ovos de Páscoa. Com exceção de Lili, faziam questão de receber no domingo e embrulhados em papel celofane bem colorido. No entanto, cada uma tinha um gosto diferente.

Lalá, a mais velha e mais esperta, só gostava do embrulho vermelho. Lelé adorava coelhinho da Páscoa. Chegou a ter um branquinho, mas acabou morrendo de depressão. A menina era muito tímida e mal cuidava do bichinho de estimação. Lili, a mais bagunceira, pedia à mãe para ganhar o ovo no sábado, mas só ganhava no domingo. Loló era gordinha e viciada em chocolate e a magrinha Lulu só gostava de ganhar ovo com bala, pois odiava chocolate.

Lalá, Lelé, Lili, Loló e Lulu cresceram. Lalá era apelido de Lavínia, que casou-se e teve três filhos. Virou uma dona de casa submissa ao marido. Lelé era Letícia. Tornou-se independente, casou-se três vezes, mas se separava sempre por causa do trabalho. Virou jornalista. Além do trauma de perder o seu coelhinho de infância, virou refém de um assaltante de banco vestido de coelho. Passou a odiar o bicho. Liliana virou militar. Teve um casal e só dá os ovos no domingo de Páscoa. Lorraine emagreceu e posou para a Playboy quando tinha vinte anos. Aos trinta, atendia a irmã Luciana, que acabou não só gostando de chocolate, como também tornou-se chocólatra e obesa mórbida.

O Tudo Cultural deseja a todos os seus leitores uma Feliz Páscoa!

2 comentários:

Anônimo disse...

Boa pascoa para você tb e este conto está ótimo!!

dudv disse...

Boa pascoa para você tb e este conto está ótimo!!

Arquivo do blog