segunda-feira, 2 de dezembro de 2019

MICROCONTOS - RIQUEZA

Microcontos de Gustavo do Carmo 



Na cara
Jogou na cara do ex-namorado que o ajudou a enriquecer. Ele teve traumatismo craniano. 


Bate-estaca
O bate-estaca estava na moda. Ficou rico com uma boate itinerante onde os jovens dançavam ao ritmo da grande obra ao lado. 



Amarelo riqueza
Vestiu amarelo riqueza para passar o ano novo. Passou a metade do ano vestido de branco da paz, internado no manicômio judiciário.


Amarelo riqueza 2
Passou a virada do ano de amarelo para atrair riqueza. Só conseguiu atrair carros de madrugada na sua função de agente de trânsito. 


Gênio
— Você é um gênio. Disse para si mesmo. Um minuto depois, esqueceu a ideia brilhante para um conto que poderia deixá-lo rico. 


Boca do povo
Caiu na boca do povo. Rica esnobe, lavou-se desesperada com desinfetante russo e sabonete francês.


Veneno
Destilou veneno. Abriu uma destilaria e ficou rico produzindo antídoto. 


Pedreira
Encontrou uma pedreira pela frente. Voltou para casa, arrumou uma dinamite, explodiu, descobriu mármore e ficou rico. 


Redes sociais
Nas redes sociais, postava fotos de viagens ao exterior para não ficar atrás da ex-colega de faculdade rica e esnobe. Foi assaltado por ostentar riqueza. 


Universo
Desejava muito ser rico. Por isso o universo conspirava a favor. A favor dele deixar de boa vida e trabalhar.

Nenhum comentário:

Arquivo do blog