domingo, 15 de março de 2009

SOLDADES

Por Ed Santos

Quando ele, Eleotário, esteve doente, a mamamia cuidara da loja de animais. O Eleotário pediu pra mamamia que tomate mousse cuidade com o pintosilvio. Eleotário armava o pintosilvio. Sempre armou muito o pássaro que viúva acantar por todos os cântaros da loja. Seu silvio era reconhecido aolonje por sertão longo. Ebélo. Mas na ausência de Eleotário, o pintosilvio não cantava mais. Vivia abatido o passarinho. Sempre de cabeiça bauxa. O coitado sentia soldades de seu donald e pernamecia à penas a piar. Só pia o pintosilvio. Só pia. Pia não pelos cântaros, mas afora, à penas na gaiola.

Um comentário:

MiguelAngel disse...

Ha,Ha... mutcho loico essa histría tristonhante!
Pela originalidode inespretada, parabélums!;-)

Arquivo do blog