quinta-feira, 28 de junho de 2018

600 Anos da Descoberta da Ilha da Madeira



João Paulo Mesquita Simões







Portugal, país com uma posição geográfica excelente na Europa, voltou-se, após a Recessão, para o Mar. Não só como em busca de alimento, mas também, em busca de novas terras, novos povos, e, sobretudo, em busca de trocas de alimentos.


Assim, em caravelas que mais parecendo cascas de noz mar adentro, os Portugueses lançaram-se no Desconhecido, vindo a encontrar o Arquipélago da Madeira.

Povoado que foi, e ainda hoje tal como os Açores, pertencentes a Portugal, a Ilha da Madeira comemora 600 anos de ilha adjacente de Portugal.

Esta emissão filatélica saída no passado dia 20 de junho, é composta por quatro selos e um bloco.

Segundo Guilherme Silva, presidente da Comissão Executiva para estas comemorações, “o Descobrimento do Porto Santo, em 1418, e da Madeira, em 1419, constitui o primeiro feito que marcou profundamente a grande epopeia da Expansão Marítima, tendo estas ilhas, a partir de então, constituído uma base atlântica, que tornou possível a Portugal, conquistar o lugar que ocupa na História Universal, por, no feliz dizer do nosso maior poeta, ter dado novos mundos ao Mundo”.



Nenhum comentário:

Arquivo do blog