quinta-feira, 1 de fevereiro de 2018

Taj Mahal na filatelia

João Paulo Mesquita Simões






As redes sociais são hoje um meio de comunicação formidável. Nomeadamente para a filatelia.

É nas redes sociais que encontramos diversos grupos de todos os países, das mais variadas temáticas filatélicas, e é assim também, que se fazem amigos virtuais para troca e venda de selos.

Foi assim que encontrei um rapaz indiano, muito simpático, de uma educação extrema, e desde há dois anos que trocamos selos.



Na sua última remessa, enviada na passada semana, recebi uma mini folha entre outras, do famoso templo indiano Taj Mahal. Como coleciono arquitetura em selos, estive, no passado sábado à tarde no meu escritório a fazer folhas filatélicas sobre arquitetura.

Fazer uma temática, leva-nos muito tempo, se queremos uma coisa bem feita. Assim, tive de pesquisar sobre o templo, porque foi construído, em que época, e depois descrever todo o estilo dele, plantas, materiais utilizados, etc..

Depois desta pesquisa toda, então elabora-se o texto na folha, imprime-se e coloca-se a peça filatélica como podem observar pela figura.

Não está muito nítida, mas dá a ideia daquilo que aqui vos expliquei.




Nenhum comentário:

Arquivo do blog