quinta-feira, 11 de janeiro de 2018

Trocas de selos

João Paulo Mesquita Simões











Ser filatelista, não é só comprar selos, colecioná-los nas folhas próprias para o efeito, muitas vezes personalizadas, mas também o contacto com filatelistas do mundo inteiro.
No meu tempo de jovem, como não havia redes sociais, Internet, estava inscrito num clube filatélico japonês, que me enviava um caderninho com a lista dos filatelistas dos mais diversos países ali inscritos. Como ainda tinha poucos selos, o meu Pai enviava dos dele, e eu recebia dos de fora. Um excelente negócio! 
Hoje, com as redes sociais, estou inscrito em vários grupos filatélicos, e há um rapazinho indiano, por sinal muito simpático, que me manda umas séries interessantes em troca de umas outras portuguesas.
Assim, ontem, quando cheguei a casa, lá tinha uma carta da Índia, com selos de arquitetura fabulosos, como podem ver na imagem. 
O curioso, é que ele não deve saber que Macau pertenceu a Portugal... Reparem bem na figura, no canto inferior direito.


Nenhum comentário:

Arquivo do blog