segunda-feira, 14 de março de 2016

MICROCONTOS - VIDA



Microcontos de Gustavo do Carmo



Deixou levar
Deixou a Vida o levar para onde ela queria. Só que para o baile funk ele não iria de jeito nenhum.


Proa
Sua vida ia de vento em proa: andando para trás.


Devedor
Devia a sua Vida a ele. Sua esposa foi sequestrada porque ele a perdeu no jogo. 



Dificuldades
Por causa das dificuldades que enfrentou na vida, tornou-se uma mulher de vida fácil.


Adoçante
O amor adoçou a sua Vida. Sua amada morreu porque era diabética.


Cuidadora
Só cuidava da vida dos outros. Começou como babá e cuidadora de idosos. Formou-se em psicologia. 


Escola
Foi formado na escola da Vida. Nunca teve sucesso porque a escola era clandestina e a Vida foi presa por estelionato. 


Chove e não molha
Sua vida ficava sempre no chove e não molha porque sua cabeça era impermeável.


Ironias
Não entendia as ironias da Vida. Era muito burro para entender a esposa insatisfeita. 


Palpites
Só dava palpites na vida dos outros. Era tão azarado que errava todos.


Não viu nada
Não viu nada da Vida. Ela apagou a luz quando percebeu que o filho da patroa a observava trocar de roupa pelo buraco da fechadura. 


Garantias
Pediram garantias de vida. O cliente jurado de morte não conseguiu o empréstimo do banco. 

Nenhum comentário:

Arquivo do blog