domingo, 28 de fevereiro de 2016

Poetas se alimentam de amores improváveis

Poetas se alimentam
De amores improváveis,
De histórias malucas,
De sonhos,
De ilusões.
Poetas são intensos;
Exagerados!
Dados a amores,
E paixões.
Poetas se usam
Do sofrimento,
Da dor.
Poetas são considerados
Mensageiros do amor
E muitos dizem,
admirados:
"Que talento, que dom"
Mas não sei se viver
atordoado
É assim tão bom
Vivemos com uma mente
borbulhante;
Idéias e delirios nos perseguem
A todo instante.
Vivemos com
O coração na boca,
E a alma solta
nesse mundão...
Somos presas fáceis,
dessa falsa
a Paixão.
Amigos da Insônia,
Companheiros da
Melancolia,
Desfrutamos de raros
momentos
de calmaria.
Em tudo vemos flores
Mas nossas vidas
Não são
só flores...
O preço da inspiração,
Meu caro:
São espinhos
no coração.
*Ana Suely Marques* 30/10/09
TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
#AninhaSuely #VamosPoetizarOMundo

Nenhum comentário:

Arquivo do blog