quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

Os erros na Filatelia, como coleção temática

João Paulo Mesquita Simões


Os erros na Filatelia Portuguesa, já aqui foram abordados. No entanto, gostaria de fazer uma reanálise ao tema, porque o erro é, na minha opinião, também um tema que podemos colecionar. 

Muito mais caro, pois estes selos são mais valiosos, mas interessante  precisamente por ser raro.

Analisemos o selo de 1940 de Rowland Hill, o inventor do selo postal, mas numa perspetiva científica.

O selo normal tem, conforme se vê na imagem, o seu valor facial como qualquer selo postal. 

Agora vejamos o mesmo selo com erro:

É uma prova, mas como podem reparar, o valor facial não está impresso no selo. Desta forma, o seu valor comercial aumenta significativamente.

Deu-se o nome a este erro de "prova sem taxa".



 






Selo de 1940 do 1º Centenário do selo postal com a taxa de 15 centavos.



















O mesmo selo, prova sem taxa.

Na próxima semana mostrarei outros erros da nossa Filatelia.

Nenhum comentário:

Arquivo do blog