quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

Sorrindo para a sogra

Um homem chega ao consultório de seu psicanalista e diz:
       – Doutor, a minha sogra chegará amanhã em minha casa. Não sei se o senhor entende, talvez entenda, não sei. O fato é que ela irá morar comigo e com a minha esposa, e a minha esposa quer que eu a receba em casa com um largo sorriso no rosto, senão ela irá se separar de mim. Não sei o que eu faço!  
           – O senhor tem tanta dificuldade assim de abrir um sorriso? 
           – Nessa situação será meio difícil, doutor! 
           – Eu aconselho o senhor pensar em algo positivo em toda essa situação! 
     Depois de ouvir essas e outras palavras, o homem saiu do psicanalista meio desacreditado, mas resolveu que iria tentar; porém, ao parar com o seu carro no sinal, avistou uma clínica de estética e cirurgia plástica. Teve ali uma ideia absurda e foi até lá. 
           – Doutor, me deixe com um sorriso no rosto! 
           – Como?! – Indagou o médico espantado. 
           – Um sorriso...Deixe-me com um sorriso... Pago à vista! 
           – Tudo bem, mas o senhor tem certeza que quer fazer? 
           – Absoluta! 
      No dia seguinte, foi feita a cirurgia. O homem saiu da tal clínica com um belo sorriso no rosto. As pessoas que cruzavam com ele na rua achavam que era um conhecido, ou que era um louco. 
     Assim, ao final do dia, ele seguiu para sua casa. Ao chegar, pôs o carro na garagem e entrou por uma porta que dava pra sala. Lá, encontrou a esposa aos prantos. Ela o abraçou, chorou no seu ombro e disse que a mãe havia morrido. Quando a mulher levantou o rosto e viu o largo sorriso do marido, não pensou duas vezes: saiu de casa no mesmo dia.

Autor: Narcélio Lima

Nenhum comentário:

Arquivo do blog