sexta-feira, 20 de novembro de 2015

POSTS AO VENTO...

Por dudu oliva


Vamos viver no chique da imaginação...

Nunca gostei de rótulos e frases feitas, pois empobrece a vastidão da alma. Por exemplo, é a frase " sair do armário". Será que só tem um sentido das pessoas assumirem suas preferências sexuais? O ser humano é um bicho tão estranho que oculta tantas coisas no armário escuro do inconsciente. Mulheres que se dizem recatadas escondem seu lado puta, como os cidadãos ditos de bem escondem objetos de suas vítimas (quando saem para caçar de noite)... Enfim, tem tanta gente que oculta várias coisas no armário, que é complicado ficar padronizando esta diversidade em rótulos engessados e cheios de fissuras. Às vezes, tem gente que gosta de imaginar o armário como sendo um portal mágico para um mundo repleto de aventuras e encanto. Vamos ampliar a mente e se livrar dos estereótipos que são bastante deselegantes por sinal, amigos. Vamos viver no chique da imaginação e brincar no arco-íris, encontrando o ouro mágico! NÃO, não tomei o chazinho de cogumelos. Só estou divagando uma ideia recorrente que sempre penso.

***
NÃO QUERO ACREDITAR
Assistia ao Filme Êxodo: Deuses e Reis, que é uma nova versão da história bíblica de Moisés e como Deus salvou o povo hebreu da crueldade dos egípcios. Sei lá, não quero acreditar num Deus violento e vingativo. Almejo crer num Deus que vai além de uma forma e que pode está em qualquer lugar. Como já disse uma vez, se o pássaro é de Deus, a barata e outros bichos "asquerosos" os são também. Ele está em mim e não preciso de nenhum guia espiritual para conversarmos. Apesar dos meus defeitos, sinto que me dá força para superar minhas dificuldades. Com o tempo, percebi que ele não vai descer e resolver meus problemas, mas me fazer companhia, apesar de estar em outra dimensão, cuidando dos outros seres. Agora, como Deus é? Talvez seja tudo e nada e nada e tudo.


Nenhum comentário:

Arquivo do blog