quinta-feira, 17 de setembro de 2015

Novas emissões

João Paulo Mesquita Simões


Os CTT - Correios de Portugal lançaram hoje duas emissões. Uma dedicada a novas etiquetas
comemorativas dos «50 Anos do Programa Nacional de Vacinação», e outra dedicada ao "Mar Português".

É sobre esta última que vou falar hoje.

Debate-se muito hoje, a sustentabilidade do oceano e seu desenvolvimento, sobretudo na exploração e conservação, para que as gerações vindouras possam beneficiar de tão boa riqueza que o mar nos oferece, e que é património de toda a humanidade.

Portugal, país de tradição marítima, não esqueçamos os homens do século XV-XVI que partiram em busca de novas terras, desconhecendo esses imensos oceanos, tem na sua costa, uma riqueza inesgotável.

Se nos voltássemos para o mar, o nosso país, além do pescado que daí retira para consumo próprio e para exportação, aproveita também o sal, o desporto, e o turismo.

Quando era um jovenzinho, lembro-me de ver plataformas petrolíferas ao largo da minha cidade. Foram seladas. Terá Portugal petróleo para vender? Isso seria a nossa maior riqueza e nem precisávamos da UE! Que ninguém tivesse pena de nós!

E tantos outros recursos que poderíamos retirar do mar. A própria água, que depois de devidamente tratada, separaria a água do sal, convertendo a água salgada em doce e o sal para consumo interno e externo.

Esta emissão de hoje, fala-nos precisamente de todos estes aspetos. Mostra os setores económicos que beneficiam com os recursos que o mar dá, o turismo e os desportos náuticos, o setor das pescas, os transportes marítimos, e o setor da energia com a exploração petrolífera e a energia eólica. É emitido um bloco filatélico com um selo de valor facial de €2,00, que é dedicado à ciência, apresentando imagens cedidas por Getty/National Geographic/Brian J. Skerry. O trabalho artístico da emissão é do Atelier B2, e a impressão da Imprensa Nacional - Casa da Moeda.


Nenhum comentário:

Arquivo do blog