terça-feira, 16 de junho de 2015

PERFIL ENTRE 15 E 30 LINHAS - GAL COSTA 50 ANOS DE CARREIRA

Por Weverton Galease

Beirando os 70 anos, a cantora diz não sentir essa idade, mas também, respirando músicas durante 50 anos, fazem com que ela seja levemente 'madura'.

Comemorando os 50 anos de carreira, Gal Costa ainda aposta em novas letras, lançou recentemente o álbum 'Estratosférica'. Considerado por ela uma ruptura desde o último álbum lançado, 'Recanto'.

Uma das principais vozes femininas da música brasileira, fugiu do clichê e do lugar comum, saindo de uma zona de conforto na MPB, apostando no novo e diferente.

Gal Costa abre o recente álbum com o rock 'Sem medo Nem esperança' , escrito para ela pelo poeta Antonio Cícero e musicado por Arthur Nogueira.

Gal pediu aos produtores Kassin e Moreno Veloso, para que enlouquecessem nos arranjos das canções e não fossem 'caretas', passando longe do tradicional. Se tornando uma mistura de MPB, rock e pop, deixando para trás rótulos tradicionais. As 15 letras para este disco saíram de um grupo de 150 letras. Certo é, que Gal Costa está mirando e fisgando o público mais jovem.

Figura feminina importante e libertária em um momento em que o país passava por um dos períodos mais duros com o regime militar, Gal Costa não se considera militante de algum movimento, no entanto acredita que faz política através de sua arte, ao levar felicidade musical às pessoas.

O site da cantora apresenta um resumo deste projeto galcosta.com.br

'Sua relação com a TV...ou melhor, com a TV Globo'

Gal Costa esteve no 'Fantástico' à 40 anos atrás, para apresentar um de seus maiores sucessos, 'Baby', em 1975, ao lado dos consagrados Caetano Veloso e Gilberto Gil. A cantora já esteve diversas vezes nos estúdios, para gravar os antológicos clipes do programa, chegando a passar dez horas de gravações em um único dia. Agora, volta ao programa para comemorar e apresentar seu novo trabalho, como já citado acima, um projeto diferente, mas que conta com o charme da MPB, com músicas de autoria de Caetano Veloso, Criolo, Milton Nascimento, Marisa Monte, Arnaldo Antunes, Tom Zé, entre outros.

                                            GAL COSTA (BABY - FANTÁSTICO 1978)

GAL COSTA, EM CLIPE PARA O FANTÁSTICO (NADA MAIS, 1985)



Nenhum comentário:

Arquivo do blog