segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

RETROSPECTIVA 2014 - CAMPEÕES DE AUDIÊNCIA


A seção Melhores do Ano, agora se chama Campeões de Audiência e traz os textos mais lidos de 2014 entre todos os publicados e também por seção e colaborador. O texto mais lido do ano no geral não será nomeado duas vezes. Dentro da sua categoria será escolhido o segundo mais lido.


Gustavo do Carmo - Lançamento - Mexicana



Entre lágrimas e soluços, a novela mexicana se desenrolava na televisão. A mocinha loura, de vestido florido, vaticinava com a maquiagem borrada pelo choro:
“Rodrigo Augusto: Fernando Eduardo não é seu filho!”

“O quê?!?!?!”

(Continua)



Gustavo do Carmo - Microcontos - Carnaval


Grito de carnaval
Deu o grito de carnaval. No mês seguinte dará o grito de Páscoa. O grito é o mesmo de todos os dias. Só muda a data. Seu marido que o diga.


Carnaval
Não gostava de Carnaval. Já bastava o carnaval de dramas que a sua esposa fazia o ano inteiro.



Gustavo do Carmo - Reprise - O Amante Suburbano 


Foto: Evelyn Moraes / Portal R7
Em um prédio antigo na Barata Ribeiro, quase esquina com a Hilário de Gouveia, mora Margarete. Uma bela mulher de quarenta e cinco anos, pele enxuta sem nenhuma ruga, apesar da idade. Cabelos compridos e ondulados castanhos claros, corpo atlético sem nenhuma barriga. Todas as quintas-feiras ela recebe a visita de Danilo, um jovem forte e bonito, moreno, olhos verdes, cabelos longos e lisos, presos em um rabo de cavalo. (Continua)


Gustavo do Carmo - Tarde Demais - Urgência (22º Episódio)






A sirene urrava pela cidade. A ambulância do SAMU costurava o trânsito em busca de espaço na pista de rolamento para chegar o mais rápido possível à sua chamada de emergência. Saíra do Centro da cidade, na hora do rush, em direção a um bairro do subúrbio. A viagem, que normalmente é feita em meia hora, demorou duas. (Continua)


Gustavo do Carmo - Crônica - Cadê as verdadeiras celebridades, Playboy? 


A primeira Playboy que eu comprei pessoalmente na minha vida foi a do primeiro ensaio da Núbia Oliveira (que hoje assina Núbia Óliiver), em 1993.





Foi em uma pequena banca de Arraial do Cabo, cidadezinha da Região dos Lagos fluminense. Senti um misto de vergonha (por me sentir um tarado precoce) e orgulho (por já estar crescendo e poder comprar sozinho uma revista de adulto).




Se fosse hoje eu não compraria. Não sou muito fã de mulheres de seios pequenos (que ela tinha na época). Além disso, Núbia ainda era uma jovem desconhecida. Mas seu corpo atual está um espetáculo, tanto que eu comprei o seu último ensaio na Sexy em 2011. (Continua)




João Paulo Simões - Embaixada de D. Manuel ao Papa Leão X - 500 anos


Foi no reinado de D. Manuel I (1495-1524), que se deu a descoberta do caminho marítimo para a Índia, a descoberta oficial do Brasil e a expansão territorial em África e no Oriente. Estes factos suscitam no monarca a ambição de ser reconhecido como o maior rei da Cristandade. Os selos com as taxas de 0,42€ e 2€ são da autoria de Carlos Possolo. (Continua)


Narcélio Lima - A Lagarta e o Grilo 



Na floresta encantada de um faz de conta, vivia uma lagarta bem estranha: era verde, coberta de espinhos e muito pegajosa.  Nenhum outro bicho se aproximava dela. Todos tinham muito medo. Até que um dia, um grilo muito curioso resolveu chegar mais perto. (Continua)


O texto mais lido do ano - Crônica - Um exercício de presentologia paralela sobre Ayrton Senna



O filme De Volta para o Futuro (não lembro se o primeiro, o segundo ou os dois) apresentou uma cena de presente paralelo para mostrar como seria a vida do protagonista Martin McFly (Michael J. Fox) se ele tivesse mudado o seu passado. O pai seria rico, a mãe esbelta e ele mesmo teria um monte de filhos com a esposa gorda.


Com as lembranças dos vinte anos da morte de Ayrton Senna, em Ímola, em 1994, muita gente, com certeza, já imaginou como seria a sua história se ele não tivesse sofrido aquele acidente na curva Tamburello. Os mais influentes ainda escreveram e publicaram a teoria. O comentarista da Rede Globo Reginaldo Leme e o colunista do Jornal O Globo, Renato Maurício Prado já fizeram o exercício deles. (Continua)

Nenhum comentário:

Arquivo do blog