segunda-feira, 30 de junho de 2014

O doce sabor da língua queimada. (A DERROTA DO PESSIMISTA)

Foto: FIFA

Esta crônica poética foi escrita em 2002, logo depois da conquista do pentacampeonato do Brasil, que está completando hoje 12 anos. 


Como é gostoso queimar a língua!

Eu, nosso Rei e alguns milhões de brasileiros acreditávamos numa campanha vergonhosa...
Veio o pentacampeonato!

Como é gostoso queimar a língua!


Também queria o Romário...
Mas quatro R´s me deram a resposta!

Como é gostoso queimar a língua!

Ronaldo, para mim, já tinha que se aposentar...
Depois de oito gols quem teve que se aposentar foi a minha tristeza!

Como é gostoso queimar a língua!

Achei que a Argentina ia dar uma alegria ao seu povo sofrido...
Mas o povo sofrido chorou ainda mais com os seus “hermanos”!

Como é gostoso queimar a língua!

Achei que a nossa defesa só iria durar três jogos...
Mas só levou quatro gols!

Como é gostoso queimar a língua!

Achei que Rivaldo e Roberto Carlos jogariam de salto alto...
Mas foi a França quem calçou a sandália da arrogância e voltou pra casa mais cedo!

Como é gostoso queimar a língua!

Para mim, Felipão não devia nem voltar para o Brasil...
Agora, imploro para que fique!

Como é gostoso queimar a língua!

Achei que fôssemos arder no inferno das oitavas...
Rivaldo e Ronaldo exorcizaram o diabo!

Como é gostoso queimar a língua!

Astrólogos nos mandavam de volta para casa já nas quartas...
Mas chegamos à final!

Como é gostoso queimar a língua!

Achei que a bobeira de Lúcio seria fatal contra os ingleses...
Mas a bobeira de Seaman foi ainda maior e eles continuam sendo o nosso talismã!

Como é gostoso queimar a língua!

Achei que os turcos podiam se vingar da gente...
Sambaram duas vezes!

Como é gostoso queimar a língua!

Achei que a invejosa Alemanha fosse imitar o nosso tetra...
Agora somos os únicos pentacampeões do mundo!

Como é gostoso queimar a língua!

Eu não queria nem acordar para ver os jogos...
Acordei e senti o doce sabor da língua queimada!

Depois da final achei que um brasileiro iria ser o melhor da Copa...
Mas um muro alemão me queimou a língua...
Só que essa doeu, mesmo!

Gustavo do Carmo 

Nenhum comentário:

Arquivo do blog