segunda-feira, 14 de outubro de 2013

MICROCONTOS - IRMÃOS



Microcontos de Gustavo do Carmo




Pressentimento

A irmã queria impedi-lo de ir naquela reunião porque tivera um pressentimento ruim. Ele atendeu ao seu pedido. Não aconteceu nada de grave e ele perdeu uma ótima oportunidade de emprego. 



Terno

Comprou, com antecedência, um terno para ir ao casamento da irmã mais velha. Estreou no seu próprio enterro, após suicidar-se. 



Vida colorida

Enquanto vivia uma vida cinzenta, invejava a vida colorida da irmã. Assumiu-se gay. 



Raio que o parta

Ficou com remorso de ter mandado o irmão para o Raio que o Parta. O rapaz foi visitar a cidade e morreu partido por um raio que caiu pela segunda vez no lugar.



Se Matando

— Eles vão acabar se matando. Disse a mãe, preocupada com as brigas dos filhos. A profecia se cumpriu. Os dois irmãos se suicidaram ao mesmo tempo. 


Canoa
Não chegou lá porque a canoa virou. E ainda culpou o irmão por não saber remar.



Ovo na boca

Falava com o ovo na boca. Tinha acabado de “roubar” um ovo de páscoa do irmão mais novo. 



Guardado

— O que é seu tá guardado. Disse para o filho que brigava com o irmão caçula pela posse do carrinho de brinquedo. 



Feitiço x Feiticeiro

O Feitiço se voltou contra o Feiticeiro. E os dois irmãos saíram no soco.

Nenhum comentário:

Arquivo do blog