quinta-feira, 12 de maio de 2011

Vultos da História e da Cultura



João Paulo Mesquita Simões


Como não consigo encotrar nenhum selo de Eugénio dos Santos para finalizar esta emissão, o texto e imagem abaixo, foram retirados de http://www.expressodooriente.com/modules.php?op=modload&name=PagEd&file=index&topic_id=16&page_id=4761.

O engenheiro e arquitecto Eugénio dos Santos, que dirigiu os trabalhos de reconstrução da Baixa Pombalina, após o terramoto de 1755, está representado num selo. Uma homenagem levada a cabo pelos CTT na emissão “Vultos da História e da Cultura” lançada recentemente.

Com o preço de 0,80 euros, o selo recorda o construtor da Baixa Pombalina, combinando o retrato fotografado por Emanuel Santos de Almeida, da colecção do Museu Arqueológico do Carmo, com detalhes da frontaria do Arco da Rua Augusta e da Praça do Comércio desenhados por Eugénio dos Santos, pertencentes ao Arquivo da Academia Nacional de Belas Artes.
Eugénio dos Santos nasceu há 300 anos em Aljubarrota e ficou conhecido por ter trabalhado, em conjunto com Manuel da Maia, num projecto que marca a chegada do “século das luzes a Portugal, com a construção do centro de Lisboa depois da destruição causada pelo terramoto de 1755.

Nenhum comentário:

Arquivo do blog