sábado, 4 de dezembro de 2010

ENTREVISTA - MIGUEL ANGEL


Em comemoração aos seus 5 anos o Tudo Cultural entrevista o seu segundo colaborador mais antigo: o argentino, radicado em São Paulo, Miguel Angel, que nos brinda todas as terças-feiras com trechos dos seus romances, lançados ou em produção.

Miguel é diretor de arte e de teatro, dramaturgo, editor de conteúdo, roteirista, artista plástico. Foi colaborador na editoria de arte da revista ÉPOCA, Editora Globo entre 1998 e 2000. Escreveu o romance “A Cena Muda” (Lançamento da Ateliê Editorial, no ano 2000). Foi argumentista do Especial da Rede Globo de Televisão. Tem o blog Assinando embaixo e escrevendo e publica contos e crônicas.


O que te motivou a seguir uma carreira literária?
Começou quando ainda moleque, contava histórias que ia inventando na hora aos amiguinhos do bairro e mais tarde nos recreios, na escola. Ao retomar a história, no dia seguinte ou no próximo recreio, nem sabia onde tinha parado. Os meninos sabiam, mas comecei achar que melhor seria fazer algumas anotações para retomar logo a história no próximo encontro. Minha fama de ‘narrador’ assim o exigia, desse modo aprendi mais rápido a ler e escrever. Ah, sim: todas as histórias eram de terror. O “protagonizar” vozes e caras me levou aos palcos de teatro amador na adolescência, claro.

Como descobriu o Tudo Cultural e o que te motivou a escrever aqui?
Havia um grupo interessado em literatura, um desses do Yahoo, se não me engano. Você, Gustavo, convidou a quem estivesse interessado a participar com textos próprios escolhendo um dia da semana, no Tudo Cultural. Foi você o culpado!
Você deixaria o Tudo Cultural para escrever em outro blog?
Depende da proposta de opção...
Tem interesse em seguir a carreira profissional de escritor?
Quimeras e ilusões sempre existirão na alma de todo escrevinhador.
"Alguma coisa sempre escapa ao naufrágio das ilusões" (Machado de Assis)

O que fazia antes de conhecer o Tudo Cultural?
Participava de alguns grupos na net com um interesse comum: literatura.
Qual o seu autor preferido?
Só um? Num dá, muito difícil, mas serei comedido: Fernando Pessoa, poesia. Eça de Queirós, William Faulkner, romance.
Qual livro está lendo atualmente ou o último livro que leu?
“O castelo de Axel”, Edmund Wilson. Ensaios sobre literatura moderna.
“Receitas Da culinária” Dicas Gourmet - Conversa e tempero
por Pedro Peixoto
Por curiosidade e sentido de aventura, sempre tive interesse em saber quais os tipos de culinária, ingredientes e métodos que cada país possui...
Qual o seu próximo projeto (na cabeça ou em andamento)?
Depois deste romance em vias de finalização? Nenhum.
Se não existissem o Tudo Cultural, a sua profissão ou a carreira de escritor o que desejaria fazer?
Gourmet e Sommelier.
Qual recado daria para o leitor e os seus colegas do Tudo Cultural?
Obrigado por estarem perto de mim. Mesmo de maneira virtual.

Nenhum comentário:

Arquivo do blog