sexta-feira, 11 de junho de 2010

RECORDAÇÃO

Por dudu oliva
De repente, no meio de um uma conversa no trabalho, lembrei que fiz faculdade há muitos anos. O assunto que fez emerge a recordação se relacionava com diferença entre a Sociedade mecânica e a orgânica. A primeira tem como característica a fase primitiva da organização social que se baseia nas semelhanças entre os membros individuais. Para a manutenção dessa igualdade, é necessário à sobrevivência do grupo, deve à coerção social, baseada na consciência coletiva, ser severa e repressiva. A segunda se desenvolve com a divisão do trabalho, gerando um novo tipo de solidariedade, não mais baseado na semelhança entre os componentes, mas na cooperação dos diferentes indivíduos. Portanto, cria-se um laço social novo e outro tipo de princípio de solidariedade, com moral própria, e que dá origem a uma nova organização social; tendo como base a diversidade e a valorização do indivíduo. Diferente do que ocorre na Sociedade mecânica. Quem desenvolveu esta teoria foi Émile Durkheim, intitulado “um dos pais da sociologia moderna”. Foi o fundador da escola francesa de sociologia.

Gostei de resgatar um fragmento antigo das profundezas da memória. Principalmente, por provar a mim mesmo que não sou oco por dentro. Tenho uma história particular, uma vida com sonhos, desilusões, alegrias e tristezas. Nada e ninguém podem tirar isso de mim. Nos tempos da faculdade, eu era outro, mas há resquícios que ainda sobrevive em mim no agora. E apesar de ter a impressão que vivi numa aparente "inércia", estou sempre em movimento. Como já ouvi: " Recordar é viver", realmente, é bom visitar o passado, para ver o quanto caminhamos.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Émile_Durkheim

http://pt.wikipedia.org/wiki/Solidariedade_social

Nenhum comentário:

Arquivo do blog