sábado, 24 de abril de 2010

FRACASSOS

Microcontos de Gustavo do Carmo




Pirataria


Fez muito sucesso com a sua biografia. Logo depois foi condenado por plágio. Tinha uma vida tão medíocre que era considerada uma pirataria.


Plágio


Orgulhava-se da sua melhor obra. Mas foi acusado de plágio: a sua obra era uma linda menina que achava ter tido com a sua esposa e que registrara como sua.


Trabalho


Após uma discussão seu pai teve um infarto e morreu. A irmã não o perdoou: "Você matou o papai!". A discussão era porque o filho balzaquiano queria trabalhar como vendedor e o pai e a irmã não o deixaram.


Rede Social


Queria resgatar os seus antigos contos publicados numa rede social. Só conseguiu achar no best-seller de um novo grande talento da literatura que não era ele.



Feio


Ele tinha enorme atração sexual e afetiva pelas cegas. Achavam que elas não veriam sua fealdade. A primeira que ele conquistou o rejeitou só pelo bafo que sentiu.


Onda


Tirou onda de balconista de botequim para um programa de TV. No dia seguinte implorou por um emprego ao português dono do estabelecimento.


Falido


O jornalista desempregado queria escrever sobre uma empresa extinta para um jornal voluntário. Pediu uma sugestão ao pai: — Pai, diz aí uma empresa que já faliu. — A nossa loja.



Lutadora


Fotografou uma lutadora bem gata. Levou uma surra. Ficou sem as fotos e o equipamento.


Proposta


Tiveram o melhor dia e a melhor noite do namoro. No dia seguinte, ela quis terminar tudo porque recebeu uma proposta para trabalhar em São Paulo.



Demitido


Descobriu que estava demitido quando chegou na empresa normalmente para trabalhar e foi expulso pelo segurança.



Reunião


De tanto ouvir a mãe o tio falando do reencontro das famílias de ambos os pais, o menino sonhou com o mesmo entre os seus. Cresceu e esteve para se casar. Realizou o sonho de reunir as famílias dos pais divorciados. Mas não teve festa porque a noiva o abandonou no altar para ficar com seu amigo.

2 comentários:

Miguel Angel disse...

Breves Melancolias(influência da experiência do twitter?! hehe)
Esses sucintos 'toques' vão looonge. Ótimo. Gostei!!

Gustavo do Carmo disse...

Sim, esses contos eu postei no meu twitter há algum tempo. Todo final do dia eu posto um lá.

www.twitter.com/gustavocarmo

Aliás, cadê você no Twitter? Dos colaboradores do Tudo Cultural vc é o único ausente. Ainda não aderiu? Se até a Dilma e o Chavez já estão (de mentira, mas estão) lá ... hahaha

Arquivo do blog