segunda-feira, 1 de março de 2010

FELIZ ANIVERSÁRIO RIO - 445 ANOS

Por Gustavo do Carmo

Hoje é aniversário da cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro, que está completando 445 anos. Uma data que deveria ser lembrada com um feriado. Mais um? Não. O 1º de março deveria substituir alguns feriados estaduais e nacionais desnecessários ao nosso município. Como os do dia 21 e 23 de abril e 20 de novembro, por exemplo.
A cada ano o Rio recebe um presente de grego: mais favelas, mais sujeira, mais políticos corruptos e mais moradores querendo trocá-lo por São Paulo, que, graças à mídia, se tornou o novo eldorado do Brasil, principalmente para as nossas belas jornalistas.
Se SP está cada vez mais valorizado e o nosso estado mais abandonado, devemos agradecer a algumas pessoas que adoram criticar o Rio, mas não fazem nada para mudar a situação e ainda aceitam o que já se tornou um imperialismo. Claro que os paulistas (queridos como os nossos colaboradores Miguel Angel, Ed Santos e Rose Camara) também fazem a sua parte, defendendo com unhas e dentes o estado deles da mesma forma que deveríamos fazer com o nosso. O paulista deve ser visto como um exemplo e não como um inimigo. Os nossos inimigos somos nós mesmos. Não é, Rede Globo?
O meu presente para o dia de hoje é um documentário produzido pela MGM, mostrando imagens da cidade do Rio de Janeiro gravadas em 1936, que faz muito sucesso no You Tube. Chamado de "City of Splendour" mostra imagens de um Rio pacato que já se foi e não voltará mais. Primeiro pelo crescimento da cidade. E segundo pelos motivos que eu falei acima, além do culto da sociedade à desordem urbana, social e cultural, promovendo uma irreversível inversão de valores.
Rede Globo, em 2015 eu quero ver uma comemoração tão ou mais especial para o Rio como você fez para os 450 anos de São Paulo em 2004.

Um comentário:

Anônimo disse...

Feriado de 20 Novembro inútil?

Porque seus antepassados, bisavós não sairam arrastados de sua terra e sim imigraram de bom grado para 'usufruir' da riqueza de outra.

Porque seus antepassados não foram proibidos de exercer sua prática religiosa (do qual a decendência é vítima de repressão e agressão até hoje).
Porque seus antepassados não eram obrigados a trabalhar como escravos.

Porque nenhum bisavô ou tataravô seu apanhou até a morte.

Sua´bisavó (com a graça de Deus) não foi estuprada por ninguém (o que sim Gustavo Carmo, era um 'direito' dos seus 'proprietários' brancos, caso assim quisessem), o que era MUITO comum, se fosse bela.

Porque seus antepassados nunca foram privados de estudos ou subalternizados.

Porque você nunca passou constrangimento em um estabelecimento público simplesmente pela cor de sua pele ou tecitura de cabelo.

Porque você nunca foi considerado 'inadequado' ou 'sem o perfil' para uma vaga de empresa por causa de sua etnia.

Porque você nunca ouviu piadas ou declarações racistas pelo simples fato de que é senso comum.

Porque você nunca sentou numa cadeira de faculdade e percebeu que (pasme) era o unico branco de sua sala e também que as pessoas "não sei porque" não iam tanto com sua cara, não era tão chamado pras 'rodas'.

Mas não é por racismo, imagina...

Não existe racismo no Brasil.

Pra que um feriado iunútil desses...

AMO o Rio.

Mas a importância de um não pode ser firmada, ou ressaltada através da tentativa de demérito de outro.

Equivocado você.

Arquivo do blog