sexta-feira, 25 de dezembro de 2009

Natal

João Paulo Mesquita Simões




A presente emissão destina-se a assinalar a quadra natalícia de 2009, proporcionando maior personalização às mensagens de «boas-festas» que as famílias e as organizações costumam trocar por alturas do Natal. Ao longo das últimas décadas, a Filatelia portuguesa propôs diferentes visualizações deste tema, inspiradas sobretudo em tesouros do património artístico nacional – pintura e iluminura, escultura e cerâmica, vitral e azulejo. Desta vez, a evocação do Natal surge-nos numa original criação de design gráfico. Coloridos e festivos, estes selos apontam para um aprofundamento dos laços sociais, ao glosarem a tradição da troca de presentes. Entrar pelas casas adentro, de «embalagem solidária» na mão, pode fazer recordar a grande campanha de 2009 dos Correios portugueses – a do transporte gratuito de donativos em espécie para instituições de solidariedade –, um «projecto de luta contra a pobreza e a exclusão», no quadro da política de responsabilidade social da empresa. Usar selos de Natal para personalizar o envio de boas-festas pelo correio, mesmo em época de comunicação electrónica instantânea, faz certamente recordar ao destinatário a muito especial consideração do emissor. Os selos promovem, assim, o desejado espírito natalício.






Design: João Machado
Papel: 102g / m2
Formato:
Selos: 30,6 x 40 mm
Picotagem:
13 x Cruz de Cristo
Impressão: offset
Impressor: Cartor




(Retirado da Pagela dos CTT)

Hoje é dia de Natal.

Ao publicar esta postagem, quero-vos dizer que não comungo inteiramente com o que está escrito em cima.

Para mim o Natal sempre foi, é e será a reunião da Família, a troca dos presentes por mais simples que sejam. Mas assistimos hoje a um Natal diferente, de consumo, de egoísmo, em que temos de fazer bem ao próximo porque é natal.

Há uma frase que repito muitas vezes: "Natal é todos os dias". E assim é que devia ser.

Contudo, não quero de deixar de desejar a todos os Colaboradores e ao Gustavo, votos de um Feliz Natal, Próspero Ano Novo e, sobretudo, que o "Tudo Cultural" cresça mais, com mais artigos de outra índole e mais colaboradores.

É o meu desafio para o nosso Gustavo!

Continuem a comer os doces natalícios, a conviver com as vossas Famílias, e recebam um abraço sincero deste lado do Atlântico do

João Paulo




Nenhum comentário:

Arquivo do blog