sábado, 10 de outubro de 2009

TARDE DEMAIS 9

Gustavo do Carmo

Crédito da foto: Dudu Mazzocato (http://www.kitesurfmania.com.br/ksm/photonews/photonews.asp?id=108)


— Pai, preciso falar uma coisa para o senhor.

— O que é? Rosna o senhor gordo e de cabelos brancos.

— Eu estive pensando esses dias e concluí: cansei de ficar te dando prejuízo ao ficar de mordomia em casa, acordar tarde, dormir durante o dia e varar madrugada. Cansei de procurar emprego pela internet. Cansei de tentar ser escritor, ficar fazendo aqueles blogs que ninguém visita.

Cansei de esperar ser descoberto por alguma editora ou meio de comunicação para trabalhar. Cansei de ser chamado pelas costas de vagabundo.

— Hum, isso é muito bom.

— Eu já tenho 35 anos. Já me sinto velho para ficar em casa à toa. Amadureci e vejo que eu devo sim trabalhar na peixaria do senhor. O negócio é da nossa família, né? Quem sabe um dia não a transformo numa grande multinacional do pescado?

— Que ótimo, meu filho! Que ótimo. Espero que você tenha muita sorte no novo ramo que escolheu. Como não tem experiência vai precisar gastar muita sola de sapato atrás de um simples emprego de carregador de peixe. Tem que começar de baixo: carregando os engradados cheios de gelo e cortando e limpando os peixes. Um dia, quem sabe você não monta uma peixaria pra você e sua família? Quem sabe não consiga sustentar o seu filho por trinta anos como eu sustentei você e sua irmã?

— Mas por que não posso trabalhar com o senhor? O senhor não me quer aí na Peixe Fresco?

— Eu gostaria muito, Geraldo! O meu maior sonho era ver você e sua irmã tomando conta da peixaria para que eu pudesse me aposentar e descansar tranquilo. A sua irmã venceu na vida e conseguiu exercer a profissão de advogada dela. Mas depois a sua ajuda já bastava.

— Então? Por que está falando para eu procurar outra peixaria? Não quer minha ajuda? Bem que a minha mãe falou que o senhor prefere dar valor aos seus sobrinhos do que eu!

— Eu queria muito, meu filho! Só que a sua ajuda chegou tarde demais! Acabei de receber o decreto de falência e a ordem de despejo! Estamos aqui retirando o estoque, limpando tudo para entregar o ponto ao proprietário. Estamos completamente falidos. Acabou a mordomia! Pode mandar cancelar a TV a Cabo porque não tem mais dinheiro na sua conta pra pagar! E trate logo de arrumar o emprego de peixeiro que você prometeu!

Nenhum comentário:

Arquivo do blog