quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Pão Tradicional Português - Bolo do Caco (Madeira)


João Paulo Mesquita Simões


Antigamente, este pequeno pão de trigo, redondo e achatado era cozido sobre um caco de telha aquecido nas brasas, particularidade que deu origem ao seu nome. Aliás, há diferentes maneiras de o cozer: sobre uma chapa de ferro, numa frigideira, no fundo de uma panela de barro ou de ferro, ou sobre uma laje chamada “pedra de tufo”, sendo que todos estes utensílios estão a escaldar. O bolo do caco leva batatas-doces, alho, farinha de trigo, fermento de padeiro, água e sal. Costuma ser um pão de fabrico caseiro, mas é fácil comprá-lo aos vendedores ambulantes que o confeccionam em grandes alguidares de barro e o cozem em fogões instalados na rua, já que o hábito é comê-lo quente. A cozedura é rápida; quando o bolo adquire uma crosta fina ligeiramente queimada, vira-se com a mão ou com uma espátula, e deixa-se cozer do outro lado. Depois, abre-se ao meio, cobre-se com salsa picada e barra-se com manteiga de alho que se derrete e embebe o miolo.


(In: Pagela dos CTT)

2 comentários:

Miguel Angel disse...

Ai, ai... mais um selo a lamber com a boca cheia de saliva-de-fome.
Penso, em sério, tornar-me colecionador de selos, mas os classificados como "selosculinários/comestíveis" (existe isso?)
João, Tu és um agente infiltrado das padarias lusas! Em conluio com os correios!

Joao Paulo Mesquita Simoes disse...

Pois fica sabendo meu Amigo, que os Correios aqui, lançaram um selo com sabor a café e a chocolate!
E esta, hein?!

Abraços Lusitanos

Arquivo do blog