domingo, 9 de agosto de 2009

CRIA

Por Ed Santos

Quero mesmo é poder ficar o resto da vida rodeado de paz e ar puro. Numa casa avarandada e dois metros de altura o muro. No mínimo.
Sentar-me a ouvir os pássaros e poder me distanciar da vida. Ficar a observar a cria em sua vontade preferida. Alegria.
E quando isso acontecer, não será preciso nada mais. Só será preciso tempo pra adornar meu cais. Quero.
O barco pode seguir disperso sem leme, à toa. De preferência não vou ir nem na popa nem na proa. Timão.
Da minha vida tenho o rumo, tenho a cria e já me basta.

A cria como anda? Ora, basta olhar pra varanda!

Feliz Dia dos Pais!!!
PAZ!
ES

Nenhum comentário:

Arquivo do blog