quinta-feira, 20 de agosto de 2009

A DOMESTICAÇÃO DOS CEREAIS


Por

João Paulo Mesquita Simões


A domesticação dos cereais, ocorrida há dez mil anos, e a sua transformação em pão, tiveram um impacto decisivo na história da humanidade. Foi graças a este alimento de elevado valor nutritivo que as comunidades puderam subsistir e desenvolver-se ao longo dos séculos, desde as antigas civilizações do Médio Oriente e do Mediterrâneo até hoje.

Hoje em dia, a nossa alimentação é mais rica, mais diversificada; o pão já não é a principal fonte de calorias e proteínas, mas continua a estar presente em todas as nossas refeições e chega às nossas mesas em grande variedade. Os pães tradicionais, ligados a uma região e por vezes a uma cidade específica, mantêm, no seu fabrico, um conjunto de gestos herdados do passado. Reconhecem-se pela forma, gosto, textura do miolo e aspecto da côdea. Cada pão conta uma história, todos fazem parte da “Cultura do Pão”.



Pão da Mealhada (Beira Litoral)

Este pequeno pão de trigo de aspecto arredondado, pontuado por quatro bicos que fazem lembrar uma flor, é também conhecido como “pão da Bairrada” por ser um dos típicos acompanhantes do leitão assado, especialidade da região. Depois de duas horas a levedar, tendem-se as bolinhas e, com uma tesoura, corta-se a parte superior em forma de cruz, com o objectivo de abrir a massa e deixar escapar o gás que se criou durante a fermentação, tomando o miolo mais compacto e com um sabor característico.
(In: Pagela dos CTT)


No passado dia 10, os CTT da Mealhada, levaram a cabo uma exposição filatélica e de outra formas de coleccionismo, onde o tema foi o pão.Esta emissão saiu a 28 de Julho e os Filatelistas da região, felicitam os Correios de Portugal por esta iniciativa. Mais uma a juntar há História Filatélica do concelho.

Nenhum comentário:

Arquivo do blog