quinta-feira, 6 de agosto de 2009

1940 - Emissão Comemorativa dos Centenáros da Fundação e Restauração de Portugal










João Paulo Simões








A ideia destes selos, surge em 1926, quando primeiramente se pensou em emitir uma série que duraria até 1941. Tendo estas séries terminado com a Independência de 1928, pensou-se, em 1938, na presente série. Foi traçado um plano da emissão em 1939 que foi dividida em quatro desenhos representando Fundação, Descobrimentos, Restauração e Exposição.
Circularam de Junho de 1940 a Setembro de 1945.




Exposição do Mundo Português

Realizou-se em Lisboa, de 23 de Junho a 2 de Dezembro de 1940, estando presentes todas as Províncias Ultramarinas Portuguesas, bem como indígenas inseridos no seu espaço natural, como se parte do seu habitat natural, tivesse sido trazido para o Continente.
O desenho da emissão é de Jaime Martins Barata, inspirada na maqueta do recinto da Exposição. Gravura a talhe doce de José Armando Pedroso e Renato Araújo, foram impressos no Banco de Portugal, sobre papel liso, fino ou médio em folhas de cinquenta selos com denteado 12 x 11,5.




Estátua equestre de D. João V





Já foi mencionada neste blogue a biografia deste monarca.
Resta dizer que o desenho é de Henrique Franco, gravura a talhe doce de Renato Araújo, impressos também no Banco de Portugal em papel liso, fino ou médio, com denteado 11,5 x 12 em folhas de cinquenta selos com o valor de $15 azul esverdeado e $35 verde amarelo.








Nenhum comentário:

Arquivo do blog