quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

Centenário do Nascimento de Camilo Castelo Branco




É sem dúvida, uma das figuras maiores da prosa portuguesa do século XIX. A sua obra compõe um quadro da vida social portuguesa da região Entre Douro e Minho, abrangendo diversas camadas, desde o mundo rural até à boémia portuense, passando pelos “brasileiros” endinheirados até à aristocracia arruinada. Nasceu em Lisboa em 1825. Foi educado por parentes devido à morte prematura de seus pais, vivendo em Trás-os-Montes a sua infância e adolescência. É aí que começa a sua vida amorosa e parte para o Porto já casado, Coimbra, na tentativa de tirar Medicina, regressa ao norte raptando uma mulher com quem vive por pouco tempo. Terá participado nas lutas da Patuleia, até que se fixa no Porto. Com uma vida difícil, ora com alguma ostentação, ora com bastantes dificuldades, Camilo Castelo Branco começa a escrever para jornais seguindo o romance folhetinesco. A sua obra tem um carácter dramático e de intrigas em que a vingança e a violência servem de pano de fundo. Este tipo de narrativa vai ter o seu expoente com a obra Amor de Perdição onde se misturam todos os ingredientes da tragédia com o clima romântico desencadeado na impossibilidade final do amor. Camilo é autor de uma vasta obra que vai da novela ao conto, do romance ao teatro, poesia polémica e correspondência. Devido à sua cegueira e o facto de ela o impedir de voltar a escrever, suicida-se em São Miguel de Ceide, a 1 de Julho de 1890.
(Baseado na Enciclopédia Larouse vol. 5 do Círculo de Leitores)
A criação desta emissão de selos deveu-se à construção de um monumento a Camilo Castelo Branco cuja receita reverteria para este fim para comemorar o centenário do seu nascimento. O primeiro dia de circulação foi a 16 de Março de 1925 mas só circularam nos dias 26, 27 e 28 de Março desse ano para fins filatélicos. A emissão só voltou a circular em 1934 com os valores de $04 $05 $06 $10 $15 $20 $25 $30 $40 $50 $80 1$00 1$20 1$60 2$00 e 4$50, e em 1935 os valores de $75 10$00 e 20$00.Estes selos foram impressos por Waterlow & Sons Ltd. de Londres,em folhas de 100 selos com denteado 12,5 utilizando papel pontinhado em losangos. Tomaram por base as taxas da anterior série de Camões. Foram retirados de circulação a 1 de Outubro de 1945. Fica aqui reproduzido o selo de $40 com a figura do escritor.

Nenhum comentário:

Arquivo do blog