sábado, 15 de março de 2008

TUDO POR UM SPAM

Por Gustavo do Carmo

Os spams são aquelas mensagens que chegam à nossa caixa de e-mails trazendo informações que nada têm a ver com a vítima, digo, com o destinatário. Muitas trazem até vírus, aqueles programas que se instalam automaticamente nos computadores e criam espiões (spywares) para revelar nossas senhas bancárias e de cartão de crédito para os pilantras vagabundos consumirem às nossas custas. Ou então retardar a velocidade de funcionamento do computador e até impedir o seu funcionamento (malwares). Alguns estão apenas tentando honestamente divulgar os seus produtos neste mercado capitalista selvagem. Mas que são chatos, isso eles são. Para estes, a atitude é mais simples: apertar a tecla Delete e os mandar para a lixeira. Para os anteriores, manter e passar o anti-vírus atualizado.

Por causa dos spams, os provedores criaram filtros que impedem o download dessas mensagens indesejadas. Entre eles, o meu Ajato. No entanto, como eu uso com mais freqüência o Outlook Express para baixar os meus e-mails, tenho notado a demora de algumas respostas a perguntas e solicitações importantes que eu fazia nas mensagens que eu enviava. Como algumas pessoas têm o costume de ignorar os meus contatos, não me preocupei. Nem insisti e cobrei a resposta porque fica chato e eles se sentem ofendidos. Então, fui levando.

Até que o dono de um site que aceitou vender os meus livros me perguntou se o meu anti-spam estava bloqueando as mensagens dele. Decidi conferir e acabei constatando que o rapaz tinha razão. Entrei no webmail e as mensagens que ele mandava chegavam como spams e não baixavam no Outlook.

Na configuração, vi que estava selecionado o modo intermediário, sem que eu mesmo tivesse feito esse ajuste. A descrição do chamado nível Normal é assim: “Sua caixa de entrada irá receber todas as mensagens dos remetentes autorizados e mensagens dos remetentes que não parecem ser SPAM. As mensagens restantes vão para a pasta de verificação ou a pasta de Spam”. Temos aí um preconceito virtual. Mas tudo bem. O problema é que o anti-spam do Ajato está filtrando as mensagens importantes e deixando passar muitos spams. Já o nível alto só aceita mensagens da lista de contatos ou dos autorizados. E se você desligar, vem tudo pra sua caixa.

Como eu não vou adivinhar o remetente de uma proposta de emprego ou de um potencial anunciante para o meu blog, prever o e-mail da pessoa que responderá a uma solicitação minha, colocar na minha lista de contatos gente que só me responde uma vez e também não tenho paciência para autorizar todo mundo que eu conheço, podendo me esquecer de alguém, eu nem mexi na configuração.

Então, passei a conferir as minhas mensagens periodicamente também pelo webmail, tendo o trabalho de ter que digitar senha (não a salvo por medo de algum spyware). Graças ao discriminatório sistema do Ajato, agora entro no webmail torcendo por um spam. Chego a me emocionar quando aparece o aviso: “Você tem 1 Spam”.


E para aqueles que pretendem usar a desculpa de que o anti-spam filtrou as suas mensagens a má-notícia é que nem assim elas estão chegando.

3 comentários:

Rachel Souza disse...

É... Mas há alguns Spam's que valem à pena. São bem poucos,eu sei...rs

Marilia disse...

ingenuidade nossa achar que a voraz propaganda nao arrajaria meios de atuar via internet... certo??! Se quiser se livrar dos spams... vai ter que se livrar dos publicitários... e mkteiros ahahh

dudv disse...

Spam é um saco!!!

Arquivo do blog